.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.favorito

. Felicidade perdida (3)...

. Emocionada

. A Marta nasceu!

. Às minhas filhas

. O 20º Tratamento

. Um resumo da minha luta (...

. Um resumo da minha luta (...

. Um resumo da minha luta (...

. Aqui ficam os links da en...

. Felicidade perdida (4)...

.posts recentes

. FIM

. A Festa de aniversário

. 2 anos

. 7 anos

. E aos 22 meses...

. 23 Anos

. Cusco!!!!!!!!!!!

. 21 meses

. Alguns dias...

. Mais progressos...

.arquivos

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds

Sábado, 9 de Janeiro de 2010

Um resumo da minha luta (2)

Um dia em conversa com um colega soube que o hospital de Gaia tinha a especialidade de mdicina de reprodução e que as listas de espera eram muito reduzidas.

Peguei no telefone e liguei para lá. Bastava-me uma credencial da médica de familia para poder entrar neste hospital. Mais uma esperança vinha iluminar a minha vida e afinal ainda nada estava perdido.

Ao mesmo tempo que decidimos inscrevermo-nos neste hospital, demos também entrada no processo de adopção.

Continuavamos em 2004, 14 anos desde o dia em que decidimos ter um filho.

 

Fomos aceites e depressa inicimos os tratamentos.

Foi um tempo duro, porque tinhamos que percorrer cerca de 600 km diários, mas aquela era a única hipótese até ao momento que me pareceu viável.

 

Muitas noites foram perdidas, saíamos de casa às 4.30h para poder estar às 7h no laboratório das análises a ganhar vez para que chegasse as 8h e pudesse ser uma das primeiras.

A seguir esperava mais alguas horas pela consulta e ecografia, e lá por volta das 16h estava em casa. Parece fácil, se num tratamento lá fossemos uma única vez, o problema é que tinhamos que percorrer este caminho a cada 2 dias durante 12 dias.

Mas o que não fazemos por um filho...

 

Passados 6 mêses de nos termos inscrito para adpção, tinhamos em nosso poder o certificado que dizia estarmos aptos e em lista de espera por um filho do coração. estavamos em Agosto de 2004.

 

Durante 2 anos fiz no CHGaia 3 FIV todas negativas.

À 4ª FIV (estavamos em 2006) consegui finalmente o meu positivo. O milagre da vida crescia dentro de mim. Passados 15 dias fiquei a saber que eram gemeos. E o resto da história vocês já conhecem. O resto do ano de 2006 foi passado entre a minha gravidez, amniocentese, parto, perda, dor.

 

Em Fevereiro de 2007, achei que estava preparada para ligar ao meu médico de Gaia e contar-lhe o que tinha acontecido. Tinha medo que não me voltassem a aceitar uma vez que já contava com 4 tratamentos. Mas não, o meu médico (saudoso Dr. Barbosa) chocado com a notícia marcou-me consulta e em Abril estava novamente a voltar aos tratamentos (quem diria que tinha que voltar ao mesmo).

 

Duas ICSIs foram feitas com resultados negativos. E novamente tinha que saír de um hospital e ir à luta à procura de um centro que nos ajudasse a realizar o nosso sonho.

 

Estavamos em Agosto de 2007, já tinha acesso à net e sabia que o Hospital de Santo António aceitava pessoas de todo o País e que também eram rápidos a chamarem. Não perdi tempo e apressei-me a ir novamente à médica de família pedir outra credencial para poder ter entrada neste hospital.

 

Em Outubro de 2007 fui à 1ª consulta e fomos aceites.

Em inicios de 2008 fizemos 2 ICSI negativas. Deram-nos alta. Tinha 38 anos, sem muitas alternativas para entrar no sistema público uma vez que só aceitam mulheres até aos 38 anos, desesperei, mas não baixei os braços, fui à net, pesquisei, pesquisei e consegui o email do Prof. Mário de Sousa, grande investigador na área da genética e medicina de reprodução que ajudava no sentido de encaminhar os casais que se sentiam perdidas como nós.

 

(Continua)

 

Bjs

Susana

 

publicado por sonhoterumfilho às 21:48
link do post | favorito
De sonhadora a 10 de Janeiro de 2010 às 19:47
um beijinho GRANDE
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.links