.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.favorito

. Felicidade perdida (3)...

. Emocionada

. A Marta nasceu!

. Às minhas filhas

. O 20º Tratamento

. Um resumo da minha luta (...

. Um resumo da minha luta (...

. Um resumo da minha luta (...

. Aqui ficam os links da en...

. Felicidade perdida (4)...

.posts recentes

. FIM

. A Festa de aniversário

. 2 anos

. 7 anos

. E aos 22 meses...

. 23 Anos

. Cusco!!!!!!!!!!!

. 21 meses

. Alguns dias...

. Mais progressos...

.arquivos

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds

Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009

Ajudando outras pessoas a entenderem

Infertilidade é um assunto tabu. E muitas vezes o casal que está passando por isso não sabe como dizer à família e aos amigos o tipo de apoio que eles precisam, e apoio daqueles que amamos é fundamental nesse período.

Portanto, se você tem uma pessoa querida que está passando por dificuldades tentando conceber, por favor:

1 - Esteja pronto a escutar quando alguém do casal, ou os dois, precisa conversar. Jamais ofereça qualquer conselho sem ser solicitado, a menos que esteja absolutamente certo que seu conselho é factual e necessário. Mesmo assim esteja preparado para ser visto como intrometido.


2 - Seja sensível. Infertilidade é uma questão muito pessoal e é muito importante na vida do casal afetado. Não faça piada ou diminua a situação de nenhuma forma. 

Comunique ao casal que você sabe que infertilidade é um problema difícil e que você se preocupa com eles.

 

3 - Seja paciente. Os ciclos de esperas de duas semanas do casal infértil, cheios de esperanças e desapontamentos, podem acarretar mudanças de humor repentinas.


3 - Seja flexível. Em vários momentos o casal afetado pode gostar de participar de actividades centradas em crianças. Outras vezes, permita que eles fiquem mais isolados. Não imponha suas expectativas comportamentais sobre eles.


4 - Seja realista. Não siga negando o problema ou o diagnóstico numa tentativa de ficar optimista. Apóie a decisão deles de dar um tempo ou parar completamente o tratamento.


5 - Apóie. Depois de certificar-se que o casal tem acesso a cuidados médicos especializados, não desmereça a capacidade deles de tomar decisões insinuando que você conhece um médico ou método melhores. Não desqualifique o tratamento ou a alternativa escolhidos pelo casal.


6 - Seja verdadeiro. Não tente esconder sua própria gravidez ou de outras pessoas e membros da família para “proteger” o casal. Respeite a necessidade do casal infértil de receber essa informação quando todos estão também sabendo, e tente comentar, carinhosamente e em particular, que você entende o quanto a notícia da gravidez pode ser difícil pra eles.


7 - Seja um defensor. Se ouvir outros membros da família ou amigos reagirem de forma insensível ao casal, eduque-os sobre a dor da infertilidade.


8 - Fale para o casal que você não sabe o que dizer, em vez de simplesmente não dizer nada por não estar encontrando as palavras certas.


9 - Lembre-se que infertilidade é uma condição absolutamente individual. Quando e como o casal infértil vai reagir às diferentes questões e estágios, vai depender das circunstâncias deles. Não é anormal que algumas reações sejam extremas e severas, afinal essas pessoas estão sofrendo e de luto.

 

Bjs

Susana Pina

 

publicado por sonhoterumfilho às 21:53
link do post | favorito
De raio de sol a 6 de Dezembro de 2009 às 10:12
disseste tudo...

apesar de ter já o meu baby dentro de mim, a verdade é que a infertilidade nunca sairá de dentro de mim, como uma cicatriz que nunca vai desaparecer... tenho noção que venci uma batalha, outras virão...

este mundo, só me trouxe 1 coisa de bom... conhecer pessoas como tu, puras, sinceras, amigas, pessoas que nunca esquecerei, por mais anos que viva... e torço por cada uma com todas as forças...

beijo grande
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.links