.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.favorito

. Felicidade perdida (3)...

. Emocionada

. A Marta nasceu!

. Às minhas filhas

. O 20º Tratamento

. Um resumo da minha luta (...

. Um resumo da minha luta (...

. Um resumo da minha luta (...

. Aqui ficam os links da en...

. Felicidade perdida (4)...

.posts recentes

. FIM

. A Festa de aniversário

. 2 anos

. 7 anos

. E aos 22 meses...

. 23 Anos

. Cusco!!!!!!!!!!!

. 21 meses

. Alguns dias...

. Mais progressos...

.arquivos

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds

Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2007

Estou triste e cansada...

Sinto-me cansada, e não me sinto bem comigo mesma.

Estava tão feliz com a minha consulta, vou começar um ttt em breve, tinha todos os motivos para estar e sentir-me bem, mas desde hà uns dias para cá que me sinto nostálgica, choro por tudo e por nada, não me apetece falar, isolo-me, fecho-me em casa no fds, não sei o que se passa comigo. No fundo até sei, são as saudades, saudades das minhas filhas...

Quanto mais o tempo passa, mais as saudades aumentam, não sei como vou conseguir gerir a minha cabeça, ou se algum dia irei conseguir, é uma dor muito grande e uma ferida que nunca se irá cicatrizar no meu peito.

Recordo a cada minuto, os momentos maravilhosos de uma gravidez muito desejada, amei e amo as minhas filhas incondicionalmente, como se elas estivessem nos meus braços.

Revolto-me quando me lembro que estive internada 3 dias porque estava com dores,  contracções e perda de sangue, e passados os 3 dias o médico de serviço aos internamentos teve o desplante de me dar alta, sem sequer me ver e sem me receitar repouso.

Vou para casa feliz, pensando que estava livre do perigo que corria de perder as minhas filhas, e no mesmo dia à noite começaram as dores e o corrimento, de madrugada voltei às urgências cheia de dores e o mesmo médico que me tinha dado alta, fez eco, e estava tudo bem, eu sentia as minhas filhas mexerem, e vi-as no ecram, lindas, pela última vez com vida. Passado 1 hora depois da eco estavam a nascer, primeiro a Leonor, depois a Beatriz, que ainda veio com o saco gestacional e o liquido amniotico. Pedi para ver e vi as minhas meninas, a Leonor vi-a muito bem, com cabelinho castanho, toda formadinha, era linda, e a Beatriz quase não consegui ver, porque estava coberta com o liquido dentro do saco, não conseguiram sobreviver fora de mim, e rumaram ao céu.

Estas recordações jamais as esquecerei, foi o pior dia da minha vida e ainda transporto comigo essa dor que teima em não diminuir.

Desculpem, mas eu precisava de deitar cá para fora o que tenho no meu coração, evito falar neste assunto com o meu B. porque sei que também sofre, e não quero fazê-lo sofrer mais ainda, não falo nisso com os meus pais, e com os colegas de trabalho, nem pensar, pensam que estou perfeitamente restabelecida, e que não sou a única que sofreu um aborto.

Preciso que o mês de Abril chegue rápido, para voltar a criar Esperança e agarrar-me aos objectivos que sempre fizeram parte da minha vida - Ter um Filho.

Preciso voltar a sonhar...

Preciso voltar a Acreditar...

Preciso restabelecer-me...

Preciso de carinho, de mimo...

Preciso de Força, para seguir em frente e olhar o futuro com algum sentido.

Obrigada minhas queridas, por me "ouvirem", sem vós tudo seria muito mais difícil de suportar.

Bjs com muita ternura

Susana Pina

 

publicado por sonhoterumfilho às 09:44
link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.links