.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.favorito

. Felicidade perdida (3)...

. Emocionada

. A Marta nasceu!

. Às minhas filhas

. O 20º Tratamento

. Um resumo da minha luta (...

. Um resumo da minha luta (...

. Um resumo da minha luta (...

. Aqui ficam os links da en...

. Felicidade perdida (4)...

.posts recentes

. FIM

. A Festa de aniversário

. 2 anos

. 7 anos

. E aos 22 meses...

. 23 Anos

. Cusco!!!!!!!!!!!

. 21 meses

. Alguns dias...

. Mais progressos...

.arquivos

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

Magoada

Fico triste por ver que criei este cantinho para partilhar esta doença que também me afecta, para poder com a minha partilha ajudar outras pessoas a terem força para conseguirem lutar contra a infertilidade, e depois leio por aqui que sou obsecada, e que todos acham que nunca irei conseguir ter um filho, e que só eu é que não vejo...Por favor! Sabem que isso magoa? Já se colocaram no nosso lugar? Quem somos nós para julgarmos as pessoas?

 

Eu já estive grávida, ao fim de 16 anos consegui, infelizmente perdi tardiamente, sem que nada tivesse a ver com a minha condição de infértil. Levei 18 anos nesta luta, de facto, mas será que sabem que estive anos e anos parada em listas de espera por tratamentos nos hospitais públicos? Não estive 18 anos, todos os mêses em tratamentos.

Por favor, hà coisas que não se dizem, magoam, por sinceras que sejam essas palavras, tocam-nos demasiado no coração e deitam-nos para baixo, quando o que precisamos é que nos dêm força e nos façam acreditar.

Peço que contenham as palavras, para com uma pessoa que já se encontra tão sofrida.

 

Vou continuar a lutar, e chamem obsessão, chamem o que quiserem, a minha vida só a mim diz respeito e se o sonho da minha vida é ter um filho biológico, (independentemente de vir a ter um adoptado) é por esse sonho que vou continuar a lutar, nem que todos deixem de acreditar que vou conseguir. EU ACREDITO e isso para mim, é o mais importante.

 

Bjs

Susana Pina

publicado por sonhoterumfilho às 21:36
link do post | favorito
De maria a 17 de Novembro de 2008 às 23:54
Querida Susana:
Estou há demasiado tempo a adiar uma resposta e a agradecer as tuas visitas ao blog da Leonor.
Antes de mais, fiquei muito triste por voltar aqui e ver este assunto aqui abordado, tal como da primeira vez em que cá vim.
Obcecada! Como podem? Eu também vivi "obcecada " durante 10 anos e ainda bem que não desisti, nem baixei os braços, porque consegui lutar. A minha vida não foi fácil mas sempre lutei por aquilo que quero. Obcecada? Não, persistente, lutadora! Guerreira. É assim que eu te vejo. Os outros que te chamam esse nome são ignorantes, pobres de espírito, desprovidos de sentimentos. Enfim!
Quanto à minha história: eu engravidei naturalmente das duas primeiras vezes. A terceira, que degenerou em aborto tardio às 23 semanas foi devido a um tratamento com Dufine. Sei que isto aconteceu devido à presença de trombos na placenta, mas nunca me disseram mais nada. Era uma menina, uma Beatriz. No hospital deram-me indicações de uma médica que depois me inseriu nas consultas de infertilidade da MAC. Fiz muitos exames, descobriu-se que tinha o septo no útero, o que poderia ter feito com que a gravidez não pudesse evoluir. Fui operada, mas apesar de não haver mais nenhum problema, não consegui engravidar, acho que devido ao grande trauma de ter perdido a bebé. Fiz na MAC 3 inseminações artificiais, sem sucesso. Estive quase dois anos em lista de espera, fiz a primeira FIV e fiquei grávida da Leonor. Entretanto, como o médico suspeitou de uma incompetência do colo do útero, fiz a cerclage a meio da gravidez e tive de ficar de repouso absoluto. Esta é a minha história. E a tua, apesar de muito mais elaborada, vai ter o mesmo final feliz da minha... Tu mereces! Beijinhos muito fortes para a tua família bonita!Maria (estrelinhacorderosa.blogspot.com)
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.links