.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.favorito

. Felicidade perdida (3)...

. Emocionada

. A Marta nasceu!

. Às minhas filhas

. O 20º Tratamento

. Um resumo da minha luta (...

. Um resumo da minha luta (...

. Um resumo da minha luta (...

. Aqui ficam os links da en...

. Felicidade perdida (4)...

.posts recentes

. FIM

. A Festa de aniversário

. 2 anos

. 7 anos

. E aos 22 meses...

. 23 Anos

. Cusco!!!!!!!!!!!

. 21 meses

. Alguns dias...

. Mais progressos...

.arquivos

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds

Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2011

Indignada

Ontem ao visitar este blog: http://nosadoptamos.blogs.sapo.pt/ deparo-me com um post cujo título é:

Adopção: Candidatos rejeitados, o que fazer?
Não quero acreditar que existem casais rejeitados aquando da candidatura, e fiquei estupefacta e profundamente indignada quando leio um testemunho de um casal infértil, que se inscreveu para adopção e que foi pura e simplesmente indeferido o seu pedido, por ter tentado ter filhos biológicos através de tratamentos e não o ter conseguido.
É inadmissivel como estas situações acontecem nos dias de hoje. Eu faria uma denuncia junto do Director distrital, sem sobra para dúvidas.
É impressionante como ainda me consigo surpreender com tudo o que envolve esta questão.
Bjs
Susana
publicado por sonhoterumfilho às 09:04
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De Golfinho a 3 de Fevereiro de 2011 às 10:37
INACEITÁVEL!!!

Um beijinho grande
De Natalina a 3 de Fevereiro de 2011 às 11:38
Mais do que casais rejeitados, incomoda-me as crianças para adopção rejeitadas. Porquê? E quando o são (rejeitadas) vezes e vezes sem conta? Como se sentirão? Qual o direito de alguém dizer "não serve"? Se engravidassem, também aquando do parto alguém olha para o filho recém-nascido e diz " não era o que eu estava à espera... é feio, doente... não o levo para casa e engravido outra vez, esperando que para a próxima saia um mais bonitinho.?"
Há coisas bem mais graves que casais rejeitados...
Há muitas crianças desejosas de uma MÃE, de um PAI... rejeitadas...

beijinhos
De mjm a 3 de Fevereiro de 2011 às 12:05
Minha Querida,

Eu sobre este assunto sinceramente já nada me surpreende...são lamentáveis as coisas que tenho conhecimento e também aquelas que já passamos na nossa vida alguns anos atrás, com a adopção!!!...tudo é permitido...tudo em desrespeito da Vida Humana!!!

Beijinhos Amiga...
De Rosalino a 3 de Fevereiro de 2011 às 12:55
Sabes Susana:

O mais incrível foi ver que entre os comentários a esses poste no blogue de onde deriva inicialmente.
Tem pessoas que chegam em parte a dar razão á Mãe no aspecto de ter como opção entre adoptar ou abortar...
E parte dessas pessoas segundo penso adoptaram.

Detestei ver comentários a dar razão á opção de abortar...
Li que embora tenham deixado lá endereços que poderiam ajudar essa Mãe.
Eles foram desvalorizados ao ponto de escarnecerem das opções dadas.
Dizem por outras palavras, que esses sites indicados não passavam de palavras bonitas.
Mesmo sem saberem que tipo de trabalho era feito.

Para quem passou por quase 5 anos para adoptar ou andar em tratamentos consecutivos para a fertilidade....
Deixa sem palavras qualquer um.

Só mesmo lendo as opiniões dadas a essa "futura" Mãe.
Grandes conselhos...

Rosalino
De Marta a 4 de Fevereiro de 2011 às 20:12
Bom, estou confusa! Primeiro porque o post a que a Susana se refere nada tem a ver com o da opção entre abortar ou dar para adopção. São assuntos diferentes.

Em segundo lugar não li nada de extraordinário nos comentários ao post da mãe que não sabia o que fazer, se abortar ou se entregar a criança para adopção. Não me parece que a estivessem a aconselhar a abortar, nada disso.

A discussão sobre o aborto surgiu na sequência de um comentário e centrou-se no direito da mulher em decidir abortar e não no caso daquela senhora em particular.

Marta



De Nany a 4 de Fevereiro de 2011 às 13:27
Vivemos num mundo em que se diz uma coisa e se faz outra.
bjs
De Maria Pereira a 4 de Fevereiro de 2011 às 17:09
Acho muito estanha a razão apresentada para rejeitar o casal em causa, então todas nós seriamos rejeitadas, certo? Em relação a problemas de saude sim, tenho um casal amigo que a moça tem problemas de coração e como tal não pode ser mãe, mas dai a terem rejeitado a candidatura deles, tb me deixou com pena, adoram crianças e sem duvida q dariam excelentes pais, e quanto à suade, nunca sabemos o dia de amanhã... :(

Um beijo grande e bom fds
De Jorge Soares a 6 de Fevereiro de 2011 às 10:50
Susana, há casais rejeitados sim, no outro dia em conversa com uma assistente social do norte ela referia-me que mais ou menos 10 % das candidaturas são rejeitadas... e se pensares bem, faz sentido, as pessoas tem que ser avaliadas e evidentemente haverá de tudo, afinal, há casais que devolvem crianças no período de pré adopção, não deveriam ter sido rejeitados?

Quanto ao caso que refere o meu post no nos adoptamos, a minha opinião é a que lá está.

Jorge
De marta casal a 7 de Fevereiro de 2011 às 12:03
Ainda me surpreendo...
Mas, garanto-te que íria até ás últimas consequências legais!!!

beijinhos
De Teresa a 2 de Março de 2011 às 10:45
Ola',

Eu nao li o blog desse senhor sobre a familia que foi recusada, Mas vivo em Inglaterra e aqui tambem recusam TODAS as familias que tiveram tratamentos de fertilidade ha' menos de 1 ano.
Dizem que as pessoas precisam no minimo de 1 ano para fazer luto de nao terem filhos bio antes de poderem pensar em adoptar.
E' que as criancas adoptadas sao criancas com problemas especificos e um passado, muitas sao dificeis porque tem traumas que um bebe' biologico nao traz e portanto precisam de pais especiais. Pessoas capazes de lidar com o que der e vier.
Nao podem ser entregues a pessoas que no fundo, no fundo nem os querem e ser uma mera substituicao de um bebe' que nao nasceu.
Eu acho duro para os pais esperar o tal ano entre o ultimo tratamento de fertilidade e colocar papeis para adopcao, mas se isso defende muitas criancas de serem devolvidas depois, so' posso concordar com o periodo de luto.

Teresa

Comentar post

Lilypie Angel and Memorial tickers Lilypie Second Birthday tickers

.links